Cidades estrangeiras aposta em ciclovia para incentivo ao transporte alternativo

23 de setembro de 2019

Transporte alternativo é algo bastante recorrente quando se trata de WallBike. Quem confere as nossas redes sociais, sabe do nosso incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte. Contudo, é importante que as cidades brasileiras apostem em ciclovia para isso. Muitos países, preocupados com o benefício à saúde dos seus habitantes e também com o meio ambiente, têm apostado no incentivo a pedalada.

Um nicho de ciclovia moderna foi instalada em países da Europa, Ásia, Oceania e América do Norte. Decerto, esses projetos servem de exemplo a serem aplicados no Brasil.

O que levou esses países aplicar o projeto de transporte alternativo? Você confere neste artigo especial!

Transporte Alternativo na Europa

Hovenring – Holanda

Você já imaginou uma ciclovia de 72 metros de diâmetro suspensa em uma via expressa? Pois é, a cidade de Hovenring, na Holanda, possui uma dessas.

Conhecida por incentivar o ciclismo, a cidade teve todo cuidado de instalar uma ciclovia circular acima de uma via onde passam mais de 20 mil carros diariamente.

Cykelslangen, Copenhague – Dinamarca

Localizada na capital dinamarquesa, Copenhague, Cykelslangen é uma das cidades que mais priorizam o transporte alternativo no mundo. Para incentivar ainda mais sem se preocupar com a mobilidade urbana, o poder público da cidade inovou ainda mais. Uma ciclovia suspensa foi implantada. Semelhante a uma via expressa, as pessoas que utilizam a bicicleta como meio de transporte, pode passar por cima de muitos locais de passagem da cidade.

Donauradweg, Viena – Austria

Um dos casos de mobilidade urbana mais impressionantes do mundo, a ciclovia de Domauradweg atravessa dez países da Europa. Entre os países que a ciclovia passa estão: Alemanha, Romênia, Croácia, entre outros.

Transporte alternativo na América do Norte

Peace Bridge, Calgary – Canadá

Uma ponte que passa por cima de um lago, mas é exclusiva para ciclistas e pedestres. A Peace Bridge, do Canadá, é assim. Com um tubo vazado, que leva a forte cor vermelha do Canadá.

Williamsburg Bridge, Nova Iorque – EUA

Nova Iorque é referência quando o assunto é transporte alternativo. A cidade está entre as dez principais no mundo neste quesito de mobilidade urbana. Williamsburg é uma ponte dedicada exclusivamente a ciclista e coexiste com carros e os famosos trens da cidade norte-americana.

Transporte alternativo na Oceania

Te Rewa Rewa Bridge, New Plymouth – Nova Zelândia

Com uma arquitetura excêntrica, que lembra um esqueleto, a ciclovia localizada neozelandesa completa dez anos de existência em 2020. Entretanto, embora a sua arquitetura lembre um esqueleto, ela foi feita para ter o enquadramento perfeito ao Monte Taranaki. Para os habitantes da Nova Zelândia o monte possui um estigma sagrado.

Transporte alternativo na Ásia

Bike Escalators, Tóquio – Japão

Ok, o Bike Escalators que fica em Tóquio, capital japonesa, não é exatamente uma ciclovia, mas, sim, uma solução inovadora para os amantes do pedal. Nele, subentende-se que o ciclista, com a sua bike, pode ter como alternativa de mobilidade uma escada rolante. Sensacional, não é?!