Menos bullying e mais saúde: bike ajuda a emagrecer e fortalecer adolescentes

3 de julho de 2017

Dentre as principais vítimas, as minorias e os diferentes se destacam e, entre eles, estão as crianças e adolescentes em sobrepeso. Já é sabido que a obesidade é uma doença e é preciso controla-la para evitar maiores danos à saúde. O que pouco se comenta é a respeito da autoestima dos adolescentes que estão acima do peso. Segundo o professor Bruno Pereira, da academia Smart Fit da capital paulista, andar de bicicleta pode ser uma boa arma contra o bullying e pró-saúde: “a bike é um excelente exercício para os adolescentes, já que ajuda a fortalecer a musculatura dos membros inferiores sem ter impacto nas articulações ou na coluna. Por isso, pode ser usada pelos adolescentes em sobrepeso sem riscos também, desde que a atividade seja supervisionada por um profissional de educação física”.

Outra vantagem que pedalar tem, de acordo com o professor, é o lado lúdico, pois o adolescente se exercita sem perceber. “Pedalar em grupos ajuda bastante. E a família também pode se juntar à turma em parques e locais apropriados para a prática”, propõe o professor. O ambiente também é importante, pois andar de bike na rua é muito mais intenso: “tem a variedade de inclinação, o tipo de pista, as paradas repentinas, a variação climática, entre outras diferenças”.

A bike é capaz de mandar embora muitas calorias e trabalha os membros inferiores, fortalecendo, principalmente, os músculos da coxa (quadríceps e ísquios) e da perna (tríceps sural). “O mais importante é colocar esse adolescente para queimar energia e lhe trazer saúde e autoestima, afastando o bullying da sua vida. Ao se exercitar precocemente, ele terá mais chances de se tornar um adulto ativo e muito mais saudável”, diz Pereira.

Fonte: Revista Bicicleta