Mecânica básica: que ferramentas de bicicleta eu preciso ter em casa?

20 de agosto de 2018

Quanto mais simples for a sua bicicleta, mais problemas mecânicos você mesmo conseguirá resolver nela. E mesmo se a sua bike for um de um modelo mais sofisticado, é possível fazer a manutenção básica em casa – e deixar os trabalhos mais pesados e os ajustes finos para os profissionais.

Qualquer que seja o caso, você vai precisar de um conjunto básico de ferramentas para conseguir realizar os trabalhos na sua bicicleta. Mas quais são as ferramentas que todo bom ciclista deve ter em casa? Fizemos uma lista para você não ser pego de surpresa e conseguir manter sua bike sempre funcionando como deveria.

Ferramentas de bicicleta para ter em casa

>> Conjunto de chaves allen

A chave allen é a ferramenta mais importante no kit do ciclista. As que são em forma de Y costumam ter os três tamanhos mais comumente usados para mexer em bicicletas: 4mm, 5mm e 6mm. Além dessas, é bom ter um conjunto que abranja dos tamanhos 2mm a 8mm, para garantir que será capaz de fazer qualquer reparo. Chaves maiores te dão mais torque, já as pequenas podem ser úteis para mexer em lugares pequenos e de acesso difícil.

>> Chave de aro

Difícil de ser substituída por uma ferramenta “comum”, a chave de aro é usada para regular rodas “quadradas” e para trocar aros quebrados. Atenção: aros têm tamanhos diferentes. Verifique que está adquirindo o produto correto para a sua bicicleta.

>> Lubrificante e graxa

Um lubrificante de corrente de qualidade é essencial para manter a relação funcionando suavemente, e alguns tipos também funcionam bem nos cabos. Nos rolamentos e parafusos, uma graxa de boa qualidade previne corrosão e contaminação por agentes externos.

>> Espátulas para pneu

Você sempre deve levar as espátulas com você, já que elas podem facilitar bastante a troca de pneus. Geralmente vendidas em conjuntos de três, evitam que você danifique a roda na hora de tirar o pneu do lugar. Como são baratas (por serem feitas de plástico), vale ter um kit em casa e um na bolsa de selim (ou onde quer que você leve as suas ferramentas com você durante um pedal).

>> Bomba de ar de chão

A pressão dos pneus é um dos aspectos mais importantes da “saúde” da bicicleta, já que afeta sua velocidade, eficiência e segurança, portanto uma boa bomba vale o investimento (procure calibrar os pneus da sua bicicleta uma vez por semana). A maioria dos pneus têm uma pressão máxima de 125 psi, então a sua bomba só precisa ir até esse ponto. Escolha um modelo com manômetro (o visor que mostra a quantidade de pressão aplicada) para não errar a dose.

>> Desengraxante

Na hora de revisar a relação, o desengraxante será o seu melhor amigo. Use um pouco do produto ao escovar as peças e prepare a bike para receber uma nova camada de lubrificante. Também funciona para limpar outras partes da bicicleta (se for usar em peças plásticas ou de borracha, faça um teste antes para garantir que não ocorrerá abrasão).

>> Saco de estopa ou rolo de pano multiuso

Ter estopa ou (muitos) panos sempre à mão é imprescindível, já que eles servem para limpar as mãos, as peças e as ferramentas, além de tirar o excesso de graxa ou lubrificante da bicicleta.

Mais avançados:

Quem está realmente disposto a realizar trabalhos mecânicos na bicicleta também poderá se beneficiar muito destas ferramentas:

>> Extrator de pino de corrente

É com esta chave que se instala ou remove a corrente de uma bicicleta. Apesar de não ser usada com muita frequência, é praticamente impossível substituir seu uso ou improvisar a função com outra ferramenta qualquer.

>> Chave extratora de cassete

É quase impossível instalar ou remover um cassete sem esta ferramenta – e muito fácil de fazer com ela. Atenção: modelos da Shimano e da Campagnolo têm tamanhos diferentes e exigem chaves específicas.

>> Torquímetro

Esta é a ferramenta usada para dar um ajuste mais preciso na hora de apertar as peças e parafusos da sua bicicleta – peças frouxas demais podem escorregar para fora do lugar, e apertadas demais podem espanar e causar mau funcionamento. O preço alto dos torquímetros pode assustar alguns, mas a ferramenta tem valor inestimável para quem precisa de uma bike com funcionamento preciso até os mínimos detalhes.