Andar de bicicleta emagrece e faz bem à saúde. Veja cuidados!

12 de junho de 2017

“O ciclista exerce uma força sobre os pedais que auxilia no fortalecimento de grandes grupos musculares, como pernas, coxas e abdominais”, explica a fisioterapeuta Tânia Fleig, membro do Núcleo de Conhecimento Técnico da Mercur. “Também melhora a frequência cardíaca, acelera o metabolismo, auxilia na redução do colesterol e na perda de peso”, completa.

Pessoas com problemas articulares, que geralmente são proibidas de realizar inúmeras atividades físicas, podem praticar a pedalada sem medo, pois ela não exerce impacto sobre as articulações, músculos e tendões.

Cuidados

Antes de começar a andar de bike, é importante consultar um médico para que ele avalie seu condicionamento e resistência física. Outra medida indispensável é adquirir os acessórios de proteção necessários, como capacete, cotoveleiras, joelheiras, luvas de ciclismo, entre outros. “As luvas são as mesmas utilizadas para praticar musculação. Elas possuem a palma antiderrapante e abertura na parte superior, facilitando a transpiração causada pelo longo contato com o guidão”, explica a profissional. Outros cuidados para quem pedala na rua são:

Nunca pedale em jejum. “É importante fazer uma refeição leve antes da atividade”, orienta Tânia.

Carregue sempre uma garrafa com água ou isotônicos para manter a hidratação do corpo.

Utilize roupas chamativas para evitar colisões com automóveis. “O uso de capacetes e óculos também é recomendado”, diz a fisioterapeuta.

Nunca pedale na contramão. Ande sempre à direita ou, quando houver, na ciclofaixa.

Evite usar fones de ouvido para ouvir música. É preciso ter atenção ao trânsito.