10 alternativas para pedalar sem mochila

24 de setembro de 2018

Uma preocupação de quem anda de bicicleta é de como carregar suas coisas. A maioria das pessoas ainda utiliza a mochila nas costas. Porém, pode não ser uma boa ideia por alguns motivos: você chega no trabalho ou no final de uma pedalada com as costas quentes (ou encharcadas de suor) e as vezes até doloridas, dependendo do peso que carrega. Seja na cidade, no cicloturismo ou em passeios, pedalar sem mochila é um alívio para as costas.

Quem também quer um alívio para a coluna, deve pesquisar bastante a melhor maneira de fazer isso. Por isso, separamos 10 alternativas para pedalar sem mochila nas costas. As dicas aqui dependem da quantidade de material que você carrega, e também do tipo de pedalada que vai fazer. Veja abaixo e escolha a melhor pra você:

1 – Rack de Bagageiro

Por sua capacidade, os racks de bagageiro são indicados para quem não carrega muita coisa para o trabalho. Se vai passear ou viajar de bicicleta, acomodam perfeitamente o material necessário para um dia inteiro de pedalada, e até uma cicloviagem de um ou dois dias (pra quem gosta de viajar com o mínimo de peso).

2 – Alforjes

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os alforjes não são indicados apenas para quem pratica cicloturismo. Na verdade, eles são uma ótima solução para quem precisa carregar mais peso, seja em cicloviagens ou na cidade. A oferta dos alforges é tão variada que fica até difícil escolher: de capacidades variadas, impermeáveis ou não, com nenhum, poucos ou muitos compartimentos extras, e alguns que quando retirados da bicicleta se transformam em mochilas. Com tanta variedade, fique atento para o uso que você fará deles, e a quantidade de coisas que você pretende carregar. Existem modelos mais indicados para o cicloturismo, e inclusive modelos de alforjes urbanos.

3 – Trailler ou carretinha

Mais indicados para o cicloturismo, sua principal característica é a grande capacidade de armazenamento. Você pode pedalar por anos levando sua casa na bicicleta. Ao escolher o trailer/carretinha para sua bicicleta, fique atento para o terreno no qual irá pedalar: eles vão numa boa no asfalto e nas estradas de terra, porém, no caso de trilhas estreitas e terrenos muito acidentados, vão dar trabalho para o ciclista.

4 – Bagageiro tipo baú

Como fica bem preso e trancado, é uma opção para ser deixada na bike, ao contrário de outras que podem ser retiradas. Existem baús em vários modelos e tamanhos. Basta escolher o que lhe atenda melhor. Não se esqueça antes de pensar em como vai adaptar o baú no bagageiro da sua bicicleta. Se você não tem muito jeito para as adaptações, vale antes um papo com o mecânico da bicicletaria.

5 – Cestinha

Provavelmente é o sistema mais utilizado pelas mulheres, e infelizmente ainda enfrentam um pouco da resistência masculina. Mas se o objetivo é pedalar sem mochila nas costas, as cestinhas são um verdadeiro adianto. Feitas de materiais diversos, como ferro, alumínio, madeira, vime, palha, sisal etc., as cestinhas tem boa capacidade para levar o material de um dia de trabalho ou passeio. Algumas, mais profundas podem levar inclusive alguns modelos de mochilas. A grande vantagem da cestinha é que você tem fácil acesso aos materiais que coloca nela.

6 – Bolsa de Quadro

Sua capacidade é pequena, e se for levar mais coisas deve ser combinada com outras alternativas aqui do post. Mas serve bem para uma um passeio ou pedalada mais longa. Cabe ferramentas, barrinhas de cereal, máquina fotográfica pequena, etc. Uma das vantagens da bolsa de quadro é o preço: existem modelos “genéricos” (sem marca) bem baratos em qualquer bicicletaria. Como fica embaixo do quadro, tem acesso fácil, inclusive quando se está pedalando. Outra vantagem é que o sistema de fixação é com velcro, e pode ser retirada e colocada facilmente se o ciclista precisar.

7 – Bolsa de Selim

É indicada para pedaladas curtas e treinos, pois assim como a bolsa de quadro, sua capacidade de armazenamento é pequena (até menor do que a da bolsa de quadro). Geralmente é fixada também por velcro, ficando logo abaixo do selim, voltada para trás.

9 – Pasta de quadro

Um modelo mais urbano, pra quem gosta de praticidade e mantém o estilo no trabalho. Uma das vantagens que a pasta de quadro tem em relação às outras é poder levar de forma mais cuidadosa folhas de papel e documentos que não podem ser dobrados.

10 – Bicicleta de carga

Uma alternativa definitiva pra quem precisa carregar peso diariamente. Antes apenas voltadas para supermercados e outras lojas do comércio, hoje existem bicicletas de carga voltadas para os mais diversos públicos, com bagageiros de vários tamanhos e capacidade.